[7 filmes em 7 dias] Histórias de Amor

13:30

Longa traz bucolismo para o cenário urbano, traçando perfis e situações com sensibilidade e nostalgia



Com certeza, você conhece Josh Radnor pela sua atuação como Ted na, quase clássica, série How I Met Your Mother. Não muito distante do personagem traçado na série em Histórias de Amor (Liberal Arts), Radnor vive Jesse Fisher, um adulto com mais de 30 anos, com um currículo extenso de frustrações e cercado de monotonia.
Ao receber o convite do professor Peter Hoberg, que lecionava na universidade onde se formou, para participar da celebração de despedida, ele tem a chance de revisitar não só o espaço onde passou tantos anos, mas também pessoas e memórias marcantes. Lá ele conhece Zibby, papel interpretado com notoriedade por Elizabeth Olsen, conhecida também por sua atuação em Os Vingadores: A Era de Ultron e Godzilla. Além de Dean e Nat, marcando a humilde participação de Zac Efron no enredo.

Aos poucos, Jesse tece com sua visão romântica e bucólica do mundo, relações marcadas de questionamentos sobre as fases da vida: a juventude, a vida adulta e o envelhecimento, tudo acompanhado por inúmeras citações literárias e uma trilha sonora repleta de música clássica.
Mesmo com todos os personagens existindo dentro do enredo por estarem ligados a Jesse, isso não diminui a profundidade de cada um deles, os dramas e a personalidade de cada um é bem traçado, não funcionando apenas como uma resolução ou meio de reflexão para Jesse.
Zibby tem 19 anos e vive um pequeno romance com Jesse, que pela diferença de idade se coloca em conflito não só com suas questões morais, mas entra também numa espécie de crise por estar envelhecendo. Dean passando há tempos por um período turbulento na sua vida acadêmica e sente-se infeliz e sobrecarregado na maior parte do tempo. Nat sempre está no seu próprio universo, vendo as coisas sob sua singular perspectiva de vida.
O filme com muita sensibilidade trata das angústias de viver e lidar com decisões e consequências, a mescla entre o cenário da faculdade, que no todo é bastante bucólico, e as tumultuadas ruas de Nova York dão um panorama singelo da confusão e serenidade que a vida pode assumir. O longa não traz nada de muito rebuscado e nem tanto destaque, mas com uma fotografia e trilha sonora impecável forma uma ótima pedida para um dia monótona de inverno ou para os amantes de literatura clássica.
---
O que é o “7 filmes em 7 dias”?

Durante as férias me propus explorar temas e linguagens que não tenho tanta afinidade. Obviamente, a proposta não se expandiu para tantos campos da minha vida como eu imaginava, mas uma delas foi peculiar e estimulante.
Apesar de ser uma das paixões de muitas pessoas que se interessam pelo mundo da cultura e do entretenimento ser os filmes, nunca tive grande afeição em passar horas e horas vendo filmes, procurando resenhas e etc.
Mesmo quando via um filme ou outro a profundidade dos temas e periodicidade com que fazia era muito incerta. Então, fui eu navegar pelo Filmow (para quem não conhece é uma rede social semelhante ao skoob, mas direcionada aos cinéfilos) e procurar o que assistir, me deparei com uma lista de filmes indie — e eu a louca do indie urban conceitual logo me interessei —, o problema era que haviam mais 300 filmes listados. Não demorou muito e me propus o seguinte desafio pessoal ver 7 filmes em 7 dias. Tudo bem, para quem já tem o hábito de ver filmes isso é muito fácil, mas para mim não foi. E aqui estou eu para contar um pouco dessa jornada e percepção.
Todos os filmes resenhados estão disponíveis no Netflix ♥
Para quem quiser me adicionar no filmow.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Achei a proposta incrível pois te tira da zona de conforto e abrange seus horizontes de maneira prazerosa...
    beijos
    https://www.youtube.com/watch?v=vOeolLMtleQ&t=46s

    ResponderExcluir
  2. Adorei achei super diferente isso, sou daquelas que assiste sempre a mesma coisa seria um belo desafio. Adorei

    ResponderExcluir
  3. Que barato esse desafio de assistir 7filmes em 7 dias. Acho que vou tentar esse desafio. Bjus

    ResponderExcluir
  4. Eu simplesmente amei a proposta do desafio. E como uma boa amante de filmes ( e desafios!!) vou tentar em breve. Hehehehehe! <3

    ResponderExcluir

O que achou? Deixe seu comentário! :)
Obrigado por nos visitar

Refração Cultural no Facebook

Refração Cultural no Twitter

Subscribe